15 de maio, 2017 | Autor(a): Guilherme Aroeira

Ricardo Vieira Santiago

(Foto: Pedro Vilela/Agência I7)

Ricardo Vieira Santiago é um orgulhoso belo-horizontino, nascido e criado na capital desde 1967. À frente da presidência do Minas Tênis Clube, Ricardo diz que Belo Horizonte é uma cidade única e maravilhosa. “Vivo aqui desde que nasci e sou apaixonado por BH. É uma cidade linda por tudo que ela é, com sua cultura, seu povo. Gosto muito de viver aqui”, garante.

Sinal verde: Mais que um clube

“Considero uma das melhores coisas em Belo Horizonte o fato de haver uma entidade como o Minas Tênis Clube. Além de ser o representante mineiro de todos os esportes, os olímpicos em especial, o Minas, desde sua fundação, está presente na vida, na formação e educação dos belo-horizontinos, além de ser um lugar para as famílias se reunirem no coração da capital”, comenta.

Sinal amarelo: Menos trânsito e mais educação, por favor

“Belo Horizonte é uma cidade grande e, como toda metrópole, precisa e deve rever a sua mobilidade urbana. Cada dia mais o trânsito tem se tornado um problema, que precisa ser revisto o quanto antes. E essa revisão também tem que passar pela educação, pela maneira como as pessoas se tratam, convivem. Ela tem que estar presente, sempre. As pessoas estão ficando intolerantes, ao ponto que uma pequena gentileza vira um caso de sucesso”, pondera.

Sinal vermelho: Dignidade para combater o crime

“A violência está impraticável em BH, assim como no Brasil. E, para reverter isso, eu acredito que precisamos dar condições básicas de vida para as pessoas. Isso passa diretamente por essa condição. Acredito que uma das maneiras de combater a criminalidade é dar um mínimo de dignidade de vida, oportunidades de trabalho, moradia, estudos. Com essas ferramentas, com certeza vamos mudar essa realidade”, afirma.

Comentários