Navbar
Tudo BH
31 de janeiro, 2017 | Autor(a): Tudo BH

Projeto Visitas Guiadas ao Cemitério do Bonfim retoma as atividades

Foto: Vander Bras

Foto: Vander Bras

O período de férias está chegando ao fim, mas as atividades do projeto “Visitas Guiadas ao Cemitério do Bonfim”, neste ano de 2017, estão apenas começando. No dia 19 de fevereiro, a população poderá participar da primeira visita do ano à necrópole mais antiga da cidade.

Guiados pela historiadora e professora-doutora da Universidade Estadual de Minas Gerais (UEMG), Marcelina das Graças de Almeida, os visitantes conhecerão aspectos da arte, cultura e história do cemitério mais tradicional da capital mineira. “Quem for à visita guiada vai encontrar um espaço singular, com um acervo riquíssimo, que não pode ser visto em outro lugar. Também vai conhecer histórias ímpares do ponto de vista etnográfico e religioso, como os túmulos de devoção marginal, aqueles que não são oficializadas pela igreja, além de visitar a sepultura de personalidades políticas como o ex-presidente da República, Olegário Maciel, e o ex-ministro da Marinha, Raul Soares”, explica a historiadora.

Desde 2012, as visitas são oferecidas pela Fundação de Parques Municipais (FPM) em parceria com a UEMG e o Instituto Estadual do Patrimônio Histórico e Artístico (IEPHA). Os interessados em participar da visita devem se inscrever, gratuitamente, pelo e-mail agendaparques@pbh.gov.br ou pelo telefone (31) 3246-5147. As vagas para a atividade são limitadas.
Com o calendário anual, os visitantes podem se programar para participar das visitas, que acontecem sempre no último domingo do mês, a partir das 9h. Confira a programação:

Calendário de visitas de 2017
19/02 26/03 30/04 28/05 25/06
30/07 27/08 24/09 29/10 26/11


Cemitério do Bonfim

Inaugurado em 8 de fevereiro de 1897, pela Comissão Construtora da Nova Capital, o Cemitério do Bonfim, como é conhecido, é a necrópole mais antiga da cidade. O local é fonte de pesquisa de vários profissionais devido a seu acervo histórico, caracterizado por esculturas decorativas de túmulos e mausoléus. Muitas dessas são de autoria de escultores italianos que vieram para o Brasil em fins do século XIX. Em todo o Cemitério, podem ser observadas obras de arte de estilos diversos, desde a Belle Époque e o Art Deco ao modernismo brasileiro.

Aplicativo
Outras informações sobre a necrópole podem ser encontradas no “Mapa Interativo do Cemitério do Bonfim”, disponível em versão mobile para o sistema operacional Android.
No aplicativo, é possível verificar a localização de todas as quadras e alguns túmulos de personalidades históricas com informações sobre a época, a técnica, fotos e o artista que os fizeram.

Comentários