Navbar
4 de outubro, 2017 | Autor(a): Agência Minas

Projeto de iniciação científica de estudantes mineiros é premiado em feira internacional

A Expocientec, uma das maiores feiras de Ciências e Tecnologia da América Latina, que aconteceu em setembro na cidade de Encarnación, no Paraguai, premiou alunos da Escola Estadual Professor Carlos Lúcio de Assis, em Betim, na Região Metropolitana de Belo Horizonte.

Mais de 100 expositores da Argentina, Brasil, Chile, Colômbia, Paraguai e México participaram do evento, que expõe o talento de jovens estudantes. O evento contou com a presença do presidente do Paraguai, Horacio Cartes.

Os estudantes Gabriela Ester de Oliveira Reis, Raiane Cristine da Silva Costa e Vitor Vieira Fernandes receberam o primeiro lugar na categoria de Ciências Básicas, pelo projeto Composto Bioativo Tirosol. O projeto está sendo desenvolvido na escola desde 2015 e tem o objetivo de fazer a extração do Tirosol da folha e do fruto da oliveira.

A finalidade da pesquisa é extrair o composto bioativo das folhas de oliveira, azeitona ou azeite e concentrá-lo em cápsulas, em forma de fitoterápico, para prevenir doenças como câncer, Alzheimer, Mal de Parkinson e doenças cardiovasculares.

A orientadora do projeto, a professora Rosemeire Alves Magalhães, ressalta que esse prêmio só comprova o potencial da educação pública e serve de importante incentivo para outros alunos participarem de projetos de iniciação científica. “Receber esse prêmio internacional foi uma experiência incrível para mim, mas sobretudo por se tratar de uma escola pública. Isto serviu para despertar nos alunos um interesse ainda maior em desenvolver outras pesquisas.”

O projeto já havia sido destaque em Ciências Biológicas na Feira Mineira de Iniciação Científica (Femic), realizada em agosto deste ano, em Mateus Leme, onde foi credenciado e indicado pelo movimento pedagógico para representar Minas Gerais no evento científico internacional.

Com a premiação, o trabalho também foi credenciado para participar da Feira Internacional de Educação, Ciência e Tecnologia (Cientec), que acontece no próximo ano, em Lima, no Peru.

Feira reúne estudantes da América Latina – Foto: Divulgação/Expocientec

Na edição 2017 da UFMG Jovem, o mesmo grupo de alunos da Escola Estadual Professor Carlos Lúcio de Assis recebeu menção honrosa como trabalho destaque na área de conhecimento Ciências Biológicas e Ciências da Saúde, com a pesquisa “Implicações do Uso Excessivo do Celular da Adolescência à Idade Adulta”.

O trabalho também foi classificado para participar do 23ª Ciência Jovem, que acontece entre os dias 9 e 11 de novembro, em Recife.

Femic

A Feira Mineira de Iniciação Científica (Femic) é uma iniciativa independente de professores-pesquisadores da cidade de Mateus Leme, realizada pela Associação Mineira de Iniciação Científica (Ampic) e Universidade do Estado de Minas Gerais (Uemg), com apoio da Prefeitura Municipal de Mateus Leme, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq) e Pró- Reitoria de Extensão Uemg.

O objetivo é despertar vocações científicas e/ou tecnológicas e identificar jovens talentosos que possam ser estimulados a seguirem carreiras científico-tecnológicas.

Comentários