21 de dezembro, 2017 | Autor(a): Lucas Rocha

Por um amanhã melhor

Área de serviço/divulgação

Há quem vá dizer que o ano passou como num piscar de olhos. Com seus quase 365 dias corridos, a sensação é que na verdade muita coisa aconteceu em 2017, um turbilhão de acontecimentos e emoções que mal permitem perceber tudo que acontece ao nosso redor. Pensando nisso, a típica lista de desejos, metas e expectativas para o próximo ano funciona como um norte de atenção para as coisas que queremos que se realizem e renovem as energias e perspectivas que temos para o que estar por vir. Por isso, convidamos um time de peso com personalidades que sonham com um 2018 incrível para suas áreas de atuação.

Turismo

. Foto: Pedro Vilela / Agencia i7

Érica Drumond – Vert Hotéis

“Meu maior desejo é que o Hub de Confins e o aeroporto industrial se concretize. Que os voos internacionais para países como França e Itália voltem a ser incentivados. Meu sonho é que o Minascentro e o Expominas tenham gestão profissional e que BH volte a ter captação ativa de eventos nacionais. Que as entidades do Trade se unam cada vez mais para conseguirmos divulgar nossa capital mineira e os diversos municípios turísticos de Minas, aumentando assim a permanência dos turistas. Que os 120 anos de BH deixem o legado de recuperarmos as praças, principalmente as centrais como a bela e destruída Raul Soares. Que a lagoa da Pampulha volte a ser limpa com esportes náuticos e com muitos bares e restaurantes bombando no entorno. Mas o maior de todos os meus sonhos é que nenhum político que possua processo por corrupção possa concorrer nas futuras eleições”.

Cultura

Juliana Flores – Circuito Urbano de Arte (Cura)

“Meus desejos para a cultura é que ela seja cada dia mais valorizada, que seja entendida pela sociedade como algo que é transversal, que passa pela educação, economia, todos os setores, e, por isso, ela precisa dialogar com todos eles. Que as pessoas percam os preconceitos, que saibam separar sua fé e consigam ver o que precisa ser apreciado. Que a cultura seja mais diversa e que as mulheres possam ocupar cada vez mais espaços e serem protagonistas. Que o poder público entenda a importância dela como um motor de desenvolvimento para a sociedade e a partir desse entendimento possa investir mais nesta área”.

Saúde

 

 

Samuel Flam – Unimed BH

“Diante de um cenário de grandes desafios, eu acredito e aposto no caminho da boa medicina, do olho no olho. Meu desejo é de que o bem-estar e a saúde dos pacientes sejam os direcionadores de cada atendimento, que deve ser pautado em qualidade. Nós, da Unimed-BH, traduzimos esse compromisso na palavra ‘cuidado’. Os nossos quase 5.700 médicos cooperados têm a missão de cuidar de cada cliente, de orientar o seu acesso, de estimular atitudes de prevenção e, especialmente, estabelecer um vínculo e uma relação de confiança com cada um deles. É nisso que eu acredito: na qualidade e na geração de valor para o cliente e na atuação coletiva em prol de bons resultados. Essa continua sendo a nossa diretriz nos próximos anos. E é o que nos permite desenvolver, todos os dias, um jeito melhor de cuidar das pessoas”.

Negócios

Bruno Nunes – Zak

“Minha expectativa é que tenhamos um ano de 2018 com um pouco mais de estabilidade, de perspectiva no retorno do crescimento da economia, visto que neste o ano o crescimento registrado foi de menos de 1% e o do ano que vem a previsão é entre 2,5 e 3%, então esperamos que tenhamos uma volta do aumento do consumo das famílias. Desejo também que com a aprovação da reforma da Previdência o Governo Federal consolide o processo de reajuste fiscal e com isso os empresários tenham mais segurança para voltar a crescer. Acredito que com isso, vamos poder ter um processo eleitoral mais tranquilo, com menos polarização e a vitória de um candidato com o compromisso de tornar o Brasil mais próspero”.

Comentários