4 de outubro, 2017 | Autor(a): Redação TUDO BH

Ocupação Transarte começa nesta quinta-feira e apresenta o espetáculo “O Evangelho Segundo Jesus, Rainha do Céu”

Foto: Ligia Jardim

Ao longo de seis semanas, os galpões da Funarte MG receberão a intensa programação do projeto Transarte –  uma ocupação voltada para abrigar manifestações artísticas e culturais pautadas pela diversidade. A Ocupação Transarte conta com a realização de palestras, simpósios, apresentações de espetáculos e shows, sessões de cinema e workshops. O projeto ainda terá a presença de convidadxs especiais, figuras relevantes na cena LGBT+ como a artista Cristal López, a drag Queen Suzy Brasil(atualmente no programa Ferdinando Show – Multishow), a artista e militante transexual Walkíria La Roche e o influenciador digital Lucca Najar. A programação ainda oferece diversas outras atividades gratuitas e o restante a preços populares. Um dos diferenciais deste projeto é que o público trans tem entrada franca garantida para todas as atrações.

A proposta do Transarte é promover o encontro de artistas, ativistas, pesquisadores e atores da cena cultural e artística LGBT+ nacional e da capital mineira,  com as figuras atuantes no cenário, cada vez mais forte e consolidado.

O espetáculo “O Evangelho Segundo Jesus, Rainha do Céu”, foi a atração escolhida para abrir  oficialmente a programação. A montagem reconta histórias bíblicas por meio de uma perspectiva contemporânea. O monólogo propõe uma reflexão a respeito da opressão e da intolerância sofridas por pessoas trans e minorias em geral, ao mesmo tempo que reitera a importância de valores cristãos como o amor, perdão e aceitação. Escrito pela atriz e dramaturga trans inglesa Jo Clliford, o texto original(que já chegou a ser apresentado pela própria escritora em Belo Horizonte, durante a última edição do FIT), chega agora traduzido, adaptado e montado por Natália Mallo, que também assina a direção da peça.

 A montagem é protagonizada pela atriz, professora e ativista trans Renata Carvalho. Misto de um monólogo e contação de histórias coletadas durante o processo de pesquisa, a atriz interpreta Jesus e conjuga com o personagem elementos de sua própria essência. A sua identidade de gênero marginalizada é o elemento fundamental para a narrativa, que busca a transformação do olhar perante a comunidade LGBT+, em uma construção de uma sociedade mais justa, tolerante e igualitária.

Sobre o espetáculo “O Evangelho Segundo Jesus, Rainha do Céu”,

 Escrito pela atriz e dramaturga inglesa Jo Clifford, a adaptação brasileira estreou em outubro de 2016 no Sesc Taubaté (SP). Desde sua estreia, a montagem tem  circulado pelas unidades do  Sesc em São Paulo, como de Jundiaí (2017) – cidade em quem chegou a ser censurado; Rio Preto (2017); Santo Amaro(2017) e Santo André (2017). Participou também de Festivais como o Mix Brasil (2016), O Simpósio Transgênero e Religião (2016), Outburstarts Queer Arts Festival 2016 na Irlanda, Festival de Londrina (2016) e 24º Porto Alegre em Cena (2017).

Sinopse: O espetáculo é uma mistura de monólogo e contação de histórias em um ritual que mostra Jesus no tempo presente, encarnado na pele de uma mulher transgênero. Histórias bíblicas são recontadas em uma perspectiva contemporânea, propondo uma reflexão a respeito da opressão e da intolerância sofridas por pessoas trans* e minorias em geral na sociedade.

 

Comentários