Navbar
8 de setembro, 2016 | Autor(a): Tudo BH

O que é a plástica gengival e para que ela serve

dr-juliano-caceres-plastica-gengival-01

Divulgação

A constante busca pelo sorriso perfeito não costuma parar somente na estética dos dentes, mas, também, na “moldura” dos mesmos, a gengiva. O avanço da tecnologia em estética bucal – que possibilita correções na forma e cor dos dentes através de facetas – trouxe uma nova e não menos importante demanda estética: a correção da gengiva e, consequentemente, do posicionamento dos lábios.

Indicada para qualquer tipo de discrepância estética das gengivas (retraídas, finas demais ou em excesso), a plástica gengival posiciona melhor o tecido, proporcionando harmonia no sorriso e equilíbrio entre dentes e rosto. “Muitas pessoas possuem as coroas dentárias – parte visível dos dentes – encobertas pelo excesso de gengiva. O ‘sorriso alto’, mais comum em mulheres, é uma das maiores indicações para a gengivoplastia”, conta Dr. Paulo Coelho Andrade, especialista em implantodontia e odontologia estética.

De acordo com o profissional, outro caso bastante comum para a realização do procedimento é a retração gengival. Além de deixar a raiz do dente exposta, em alguns casos, há uma super sensibilidade nos dentes afetados, provocando uma dor intensa ao consumir certos alimentos ou até mesmo em tempos mais frios. “Escova de dentes dura, má escovação (de forma vigorosa), placa bacteriana e até biotipo podem contribuir para a retração gengival”.

Já a hiperplasia – crescimento desordenado da gengiva – pode ter diversas causas, como o uso de medicamentos, traumas e, também, a placa bacteriana. “A gengiva fica ‘gordinha’ e pode chegar até a tampar os dentes. O primeiro passo para resolução do problema nesses casos é a remoção do agente causador da hiperplasia: prótese mal adaptada, medicação ou placa bacteriana, entre outros”. Caso não haja regressão completa (o que é bastante comum), é indicada a cirurgia na gengiva para remoção do excesso de tecido.

Segundo Dr. Paulo, os desníveis gengivais podem comprometer até mesmo tratamentos que poderiam ter resultados mais expressivos, como o uso de facetas pois, como dito anteriormente, a gengiva é a moldura para os dentes. A plástica gengival é minimamente invasiva, portanto não costuma causar inchaço e dor. O pós-operatório pede cuidado na escovação, alimentos leves e macios e uso de produtos e medicamentos específicos prescritos pelo cirurgião dentista.

Comentários

Publicidade

LATERAL HOME 1 - Blog do PCO

Mais recentes

Publicidade

Your Ad Here

Publicidade

LATERAL HOME 3 - Viver Brasil