28 de julho, 2017 | Autor(a): Pedro Leone

Ninguém aplaude

Com a menor popularidade do Brasil democrático, Temer perde apoiadores a cada semana

Se o apoio popular nunca foi uma preocupação de Michel Temer, o apoio parlamentar sempre foi o seu principal trunfo para se manter no poder. Mas nos últimos tempos esse crédito tem sido desgastado a cada nova notícia sobre o governo. Seja sobre acusações ou provas de condutas ilícitas, ou medidas impopulares como aumento de impostos, mesmo antigos aliados de Temer vão ficando cada dia mais constrangidos de se mostrar favoráveis ao governo. O próprio PSDB, irmão de manobra do partido do presidente na derrubada de Dilma, no ano passado, já anunciou debandada do governo. Mais da metade de sua bancada já deve votar contra principalmente no processo de abertura de inquérito que mira Michel.

E como cereja de bolo, nesta semana Temer viu até mesmo os aplausos se esvaziarem. Aqueles mesmo, dos puxa-sacos que vão às cerimônias, anúncios e inaugurações. Ao anunciar a concessão de aeroportos em quatro capitais brasileiras, o presidente cobrou palmas para seus ministros, anunciando em tom jocoso um puxador de palmas para as próximas ocasiões. “Alguém bate palmas e os outros batem”.

Mostra bem a tese do governo. Que tenta colocar testas de ferro para elogiar o governo na expectativa de que isso seja o suficiente para enganar o resto. Coloca seus ministros mais próximos para dar declarações favoráveis na TV. Troca cadeiras em comissões para ter deputados menos constrangidos a seu favor. Tudo na esperança de que consigam contaminar outros, fingir um clima de “tudo bem”.

Mas não está tudo bem. O décifit das contas públicas bateu o recorde de Dilma, com Henrique Meirelles admitindo que dificilmente cumprirão a meta do ano. A inflação vem sendo controlada à força, sendo ainda desafiada por impostos mais caros. O fim do túnel não está próximo, como tenta convencer o presidente. Temer sabe disso e anda, desesperadamente, ameaçando e cobrando congressistas a apoiar o governo. Mais preocupado em se segurar no trono do que em recuperar o país, Temer não vê que já está ficando feio. Em breve ninguém mais vai aplaudir para maluco dançar.

Comentários

Publicidade

LATERAL HOME 1 - Blog do PCO

Mais recentes

Publicidade

Your Ad Here

Publicidade

Your Ad Here