10 de novembro, 2017 | Autor(a): Guilherme Aroeira

Márcio Motta

Foto: Juliana Flister / Agencia i7

Web.Lo_Horizonte: a cidade conectada

Profissional com mais de 15 anos no mercado de tecnologia da informação e softweares, Márcio Motta é o homem por trás da Monetizze, a inovadora plataforma de vendas on-line fundada em Belo Horizonte. Um dos primeiros a trazer essa forma de negócios para o Brasil, que serve como intermediário entre empresas virtuais e compradores, Márcio conta um pouco de sua trajetória: “Sempre trabalhei nesse meio, até que me veio essa ideia. Bem, não foi fácil no começo. Contei muito com o apoio da minha esposa, trabalhava quase 24 horas do dia no meu antigo emprego antes de me dedicar fulltime à Monetizze. Hoje somos uma empresa com cerca de 80 funcionários, e crescendo”, comemora.

Nascido e criado em Belo Horizonte, Márcio se orgulha de sempre ter morado na capital mineira: “Quando eu comecei, muita gente disse que eu deveria morar fora de Minas, que deveria ir pra São Paulo, porque as oportunidades eram melhores. E hoje nós vemos BH se destacando como um polo de startups”.

Sinal verde: Lugar bom de se morar

“BH é uma cidade que mantém ainda certa tranquilidade, se considerarmos que é um centro urbano, uma capital. Comparando com cidades como São Paulo, ou Rio de Janeiro, Belo Horizonte ainda mantém aquele ar de interior em certos momentos em certas regiões e bairros, o que é muito bom”, pondera.

Sinal amarelo: Civilidade e limpeza

“Um dos grandes problemas da cidade é a limpeza urbana. Mas, não por questão de política pública, mas por falta de consciência das pessoas. Se cada pessoa na cidade fizer um pouco pra ajudar, a cidade já ganha muito”, comenta.

Vermelho: (i)Mobilidade

“Belo Horizonte é muito grande, cresce muito, isso é obvio. E é preciso transporte acompanhar esse crescimento, com projetos inteligentes em longo prazo, e tirar do papel outros como o metrô, que se ampliado, ajudaria muito”, critica.

Comentários