Navbar
26 de maio, 2017 | Autor(a): Agência Minas

Jogos Escolares de Minas Gerais têm recorde de inscritos

Thiago Ciccarini/FEEMG

Está estabelecido o novo recorde de municípios inscritos nos Jogos Escolares de Minas Gerais (Jemg). Com o encerramento do período de inscrições, o número final é de 830 cidades que se garantiram na competição realizada pelas Secretarias de Estado de Esportes (Seesp) e Educação (SEE). A nova marca ultrapassou o recorde anterior de 815 inscritos em 2016.

Abrangendo 97% dos municípios mineiros, o Jemg se reafirma como a maior competição escolar do país, o que é motivo de comemoração, segundo o secretário de Estado de Esportes, Arnaldo Gontijo.

“Os Jogos Escolares já têm seu lugar no coração da população mineira, a quem também atribuímos todo esse sucesso. Pais, familiares, professores, diretores, e os nossos milhares de alunos-atletas, que todos os anos aguardam ansiosamente a oportunidade de competir defendendo suas escolas, fazem do Jemg o maior evento esportivo do Brasil”, diz.

Ao longo de suas edições, os Jogos foram responsáveis por revelar atletas que já se destacam nos cenários esportivos nacional e internacional. Recentemente, a atleta Núbia Soares, campeã do Jemg e do JEJ em 2012, obteve o índice que a classificou para a disputa do salto triplo no Mundial de Atletismo que será realizado em Londres, no mês de julho. No ano passado, ela participou dos Jogos Rio 2016.

Presença nas convocações da Seleção Brasileira de Futebol Feminino, a goleira Camila Menezes joga no América e também foi campeã do Jemg.

Além disso, participaram da competição escolar nove dos 14 paratletas mineiros convocados para os Jogos Parapan-Americanos de Jovens 2017, realizados em São Paulo no último mês de março.

Fábio Bernardes, do tênis de cadeira de rodas, conquistou uma medalha de ouro e outra de prata, enquanto Laila Garcia, campeã do Jemg em 2015, faturou cinco medalhas na natação: quatro de ouro em provas individuais e um bronze no revezamento.

Em 2017, o Jemg deverá contar com a participação de 35 mil alunos-atletas de 12 a 17 anos de cerca de 2 mil escolas públicas e privadas de todo o estado. Os campeões disputarão as etapas nacionais: os Jogos Escolares da Juventude (JEJ) e as Paralimpíadas Escolares, que reúnem estudantes de todo o Brasil.

Etapas

De 1º de maio a 18 de junho estão sendo realizadas as etapas microrregionais em 49 cidades-sede, divididas no âmbito das Superintendências Regionais de Ensino (SRE). Nesta fase, acontecem as disputas de basquete, futsal, handebol, vôlei e xadrez, nos naipes masculino e feminino.

Os campeões de cada modalidade coletiva e os quatro primeiros colocados do xadrez se classificam para a etapa regional, que serão realizadas entre 10 e 15 de julho em seis sedes, onde também ocorrem as competições de peteca e vôlei de praia.

A etapa estadual é a última fase do Jemg. Nela, são realizadas, além das modalidades coletivas, atletismo, badminton, ciclismo, ginástica artística, ginástica rítmica, ginástica de trampolim, judô, luta olímpica, natação e tênis de mesa. Flag football, rúgbi e skate acontecem em caráter de demonstração.

Também fazem parte do programa da estadual os esportes paralímpicos: atletismo, bocha, futebol de 5, futebol de 7, goalball, judô, natação, tênis de mesa, tênis em cadeira de rodas e vôlei sentado. A modalidade de parabadminton acontece em caráter de demonstração.

Comentários