7 de julho, 2016 | Autor(a): Tudo BH

Inverno é a melhor época para cirurgia plástica, diz especialista

Fotolia

Fotolia

Durante a preparação para uma cirurgia plástica é comum surgir uma dúvida: quando é o melhor momento para realizar o procedimento? De acordo com o cirurgião plástico da Clínica Grafguimarães, Dr. Carlos Alberto Preto Guimarães, o melhor período para a realização de qualquer intervenção cirúrgica é o inverno.

“Esse período de temperaturas mais amenas é o mais escolhido por proporcionar maior conforto durante sua recuperação, principalmente quando a intervenção exige uso de cintas ou ataduras”, afirma o especialista. Além disso, o repouso torna-se mais cômodo pela ausência do calor excessivo; os pacientes retêm menos líquidos e, consequentemente, ficam menos inchados. “Outras vantagens estão em poder usar roupas mais largas e/ou compridas para esconder curativos, cinta ou eventuais hematomas e a exposição ao sol é quase nenhuma, o que evita manchas na pele e acentuação de cicatriz”, detalha o especialista.

O Brasil ocupa a primeira posição no ranking mundial de cirurgias plásticas, com cerca de 1,5 milhão de procedimentos por ano. 88% das pessoas que enfrentam os bisturis são mulheres, geralmente em busca do corpo ideal, e para isso, os procedimentos mais populares são a lipoaspiração e as plásticas de mama. Dados da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica revelam que a busca por procedimentos desse tipo aumenta em até 50% durante o inverno. O período favorece o pós-operatório por diversos motivos. O principal deles, além do desconforto, é o inchaço, que nesse período tende a ser menor. “Durante o frio a dilatação de vasos e a retenção de líquido é menor. O período frio provoca uma vasoconstrição periférica, ou seja, uma contração dos vasos sanguíneos, proporcionando a redução do inchaço. Outro fator que faz com que as pessoas busquem esses procedimentos nessa época é a recuperação antes do verão, considerado o principal benefício de realizar o procedimento no inverno”, afirma Guimarães.

O período de recuperação dura em média três meses, o que ajuda o corpo a estar preparado para a estação mais quente do ano e permite ao paciente que se adapte ao novo visual antes da chegada do verão. Já os resultados dos procedimentos nada têm a ver com a estação do ano escolhida. “Os resultados geralmente estão relacionados a diversos fatores, o principal deles é que o paciente siga todas as recomendações do pós-operatório. O período de repouso, evitar esforço físico e obedecer às prescrições medicamentosas garantem o sucesso do procedimento”, conclui o especialista.

 

Comentários

Publicidade

LATERAL HOME 1 - Blog do PCO

Mais recentes

Publicidade

Your Ad Here

Publicidade

LATERAL BANNER - viver brasil