Navbar
Tudo BH
7 de julho, 2017 | Autor(a): Guilherme Aroeira

Daniela Valadares

Daniela Valadares, gerente de marketing da Lider Aviação, é uma belo-horizontina orgulhosa de sua cidade. Ela conta que já teve a oportunidade de morar em São Paulo, mas as características que BH possui, de ser uma metrópole com a essência do interior mineiro, a fizeram voltar. “Ao mesmo tempo em que é cosmopolita, pulsante, agitada, ela não deixa de ser aconchegante e acolhedora, com traços da cultura mineira. O local que representa isso é o Circuito Cultural Praça da Liberdade. É uma interação de culturas, de gerações e de tempos diferentes no mesmo espaço”, diz.

Sinal verde: Praça da Liberdade, o moderno e o tradicional

“É uma praça, tem acesso à cultura, convivência. É um ambiente que aproxima as pessoas, tem um mix de arquitetura, de gente. Tem o palácio, os prédios antigos, o edifício Niemeyer. Ao mesmo tempo que você tem o moderno, o contemporâneo, tem o tradicional. As possibilidades são infinitas”, destaca.

Sinal amarelo: Manutenção dos espaços públicos

Para Daniela, é preciso ter mais atenção e cuidado, ter melhor manutenção dos espaços públicos. “Temos que manter, não apenas construir novos. É fazer funcionar. É uma responsabilidade conjunta, de usarmos bem, com cuidado, e os órgãos competentes estarem sempre atentos. Um trabalho em conjunto”, defende.

Sinal vermelho: Trânsito, definitivamente

Daniela diz que falta inteligência para uma mobilidade melhor. “Não apenas corredores, mas uma melhor inteligência. Será que é preciso construir mais sinais, mais ruas? Acredito que falta ter mais aproveitamento, uma interligação do fluxo. Ter um deslocamento melhor. E ter mais gentileza no trânsito. Podemos construir um ambiente mais educado, mais gentil”, sugere.

Comentários