16 de novembro, 2017 | Autor(a): Agência Minas

Coleta itinerante recolhe mais de 102 toneladas de embalagens vazias

Crédito: Divulgação/IMA

A coleta itinerante realizada pelo Instituto Mineiro de Agropecuária (IMA) em parceria com o Instituto Nacional de Processamento de Embalagens Vazias (Inpev), realizada desde março deste ano em cerca de 60 municípios do estado, recolheu até o momento cerca de 102 toneladas de embalagens vazias de agrotóxicos e perto de 2 mil litros de sobras destes produtos impróprios, ou vencidos.

Aproximadamente 4 mil agricultores participaram da ação. A etapa mais recente dessa coleta ocorreu no entreposto da Ceasa Minas, em Contagem, nos dias 6, 8 e 10 de novembro.

O diretor-geral do IMA Marcílio de Sousa Magalhães considera bastante positivo o resultado da parceria do instituto com o Inpev ao longo do ano no recebimento das embalagens vazias e com produtos vencidos.

“Além do viés educativo desta iniciativa, de ressaltar junto aos produtores a importância de se dar a destinação correta a este tipo de embalagem, e facilitar o acesso do produtor à devolução adequada, a iniciativa contribui para a retirada do passivo ambiental do campo. Isto porque essas embalagens poderiam, inadequadamente, ser queimadas ou jogadas nos cursos d’água nas propriedades rurais, contaminando o meio ambiente”, argumenta Magalhães.

A engenheira agrônoma Marcela Ferreira Rocha Lage, da Gerência de Defesa Vegetal do IMA, lembra que o instituto é o responsável por fiscalizar, em Minas Gerais, o uso, armazenamento e comercialização de agrotóxicos.

“O IMA busca atuar além do âmbito da fiscalização. Nosso interesse é que os produtores estejam conscientes de que, mais que cumprir a lei, a destinação correta das embalagens é uma forma de se preservar a saúde humana e do meio ambiente, aliado à produção sustentável e com segurança alimentar”, pondera.

Comentários