Navbar
20 de setembro, 2017 | Autor(a): Agência Minas

Blitz conscientiza sobre uso de bebida alcoólica, excesso de velocidade e importância do cinto de segurança

Foto: Gil Leonardi/Imprensa MG

Nove instituições realizaram uma blitz educativa e integrada nesta terça-feira (19/9), para chamar a atenção dos motoristas sobre os riscos de beber e dirigir, excesso de velocidade e uso correto do cinto de segurança. A atividade foi coordenada pela Secretaria de Estado de Segurança Pública (Sesp) e faz parte do cronograma de atividades previstas para serem realizadas até a próxima segunda-feira (25/9), durante a Semana Nacional de Trânsito.

Cerca de 200 motoristas de carros, caminhões e motociclistas foram parados durante toda a manhã no Km-5 na BR-356, próximo ao BH Shopping, na pista de saída para o Rio de Janeiro. Todos receberam informações detalhadas de procedimentos seguros na direção, erros mais comuns que levam a acidentes, e receberam materiais educativos.

“A prevenção é a melhor forma de trabalho para se reduzir os acidentes de trânsito, por isso, atividades como a desta manhã são tão importantes. Na maioria das vezes, os acidentes acontecem por imprudência ou imperícia dos motoristas. Então, tentamos fazer essa conscientização para prevenir e cada dia mais reduzir os acidentes e as estatísticas de acidente”, destacou a coordenadora das ações de trânsito na Sesp, Christiane Aguiar.

A coordenadora explica que a escolha do ponto na BR-356, onde foi realizada a blitz desta terça-feira, tem relação com a identificação, pela área técnica, da maior ocorrência de acidentes com ciclistas nesta rodovia.

As abordagens integradas foram realizadas por técnicos e profissionais da Sesp, Secretaria de Estado de SaúdePolícia Militar Rodoviária (PMRv)Corpo de BombeirosDepartamento de Edificações e Estradas de Rodagem (DEER), Centro de Ensino Técnico de Trânsito (Centec), Projeto Integração Brasil, Serviço Nacional do Transporte (Sest) e Serviço Nacional de Aprendizagem do Transporte (Senat).

Fator humano

O condutor Walisson Ferreira da Silva foi um dos primeiros abordados e aprovou a blitz educativa. Ele conta que transita pela BR-356 até o bairro Jardim Canadá, em Nova Lima, todos os dias e, muitas vezes, se sente inseguro com atitudes de outros motoristas. “Somente pela educação teremos um trânsito melhor”, ressaltou.

A psicóloga especialista em transporte e trânsito e gestora em transporte e obras do DEER, Lourdes Maire Tavares Campos concorda. Segundo ela, pesquisas apontam que em até 90% dos acidentes as causas estão relacionadas a falhas humanas, portanto, o trabalho preventivo da área educativa é fundamental.

Já o Tenente Fúlvio Estefane, da Polícia Militar Rodoviária Estadual, lembrou ainda de um novo desafio para a educação no trânsito, que extrapola os tradicionais conselhos relacionados a excesso de velocidade e desatenção no volante: o uso de celular durante a direção. “É preciso essa conscientização para que o fator humano, hoje o principal causador de acidentes de trânsito, seja diminuído.”

Queda dos acidentes

Em Minas Gerais, de janeiro a julho deste ano foram registrados 45.759 acidentes de trânsito com vítima. No mesmo período do ano passado foram 49.794. Apesar da queda de 8% nos índices, a Sesp, responsável pela coordenação da campanha Lei Seca, prevê ainda mais ações integradas para que este número seja cada vez menor.

Os números também estão em queda quando o assunto é atropelamento de pessoa. No estado foram registradas 3.913 ocorrências de janeiro a junho de 2016 e, no mesmo período deste ano, 3.734, o que significa uma redução de 4,6%.

Comentários

Publicidade

LATERAL HOME 1 - Blog do PCO

Mais recentes

Publicidade

Your Ad Here

Publicidade

LATERAL HOME 3 - Viver Brasil