Navbar
Tudo BH
10 de maio, 2017 | Autor(a): Maíra Leni

Ângela Flores Furtado

Pedro Vilela/Agência I7

A superintendente executiva de operações da  Fiemg, Ângela Flores Furtado, é nascida, criada e apaixonada pela capital mineira. Ela conta que morou no Rio de Janeiro por dez anos, mas voltou para BH. “Eu sigo o ditado ‘tenho asas pra voar e raízes para ficar’. Belo Horizonte, e Minas Gerais também, têm de diferente o seu povo e a cultura mineira, a hospitalidade, a lealdade e o respeito. E isso é muito apreciado no Brasil e no mundo”, diz. Para ela, essas características fazem o belo-horizontino ser notado e admirado. “BH é uma cidade grande, limpa, organizada, tem cultura, é aconchegante e muito viva. Caminhando por BH a gente encontra tanta coisa diferente, única”, comenta.

Sinal verde: Qualidades únicas

“Se você fizer um circuito, começando na praça da Liberdade, Afonso Pena, Mercado Central, praça 7, é uma rota que você vê de tudo. Em poucos quarteirões, você tem uma diversidade de cultura, arquitetura, entretenimento, gastronomia. Você tem um mundo de opções, com um visual bonito, agradável, do moderno ao antigo”, salienta Ângela Flores.

Sinal amarelo: Revitalização urgente

“O centro da cidade deve ser melhor preservado, cuidado e adaptado aos tempos modernos. É triste ver uma avenida como a Afonso Pena deserta, antes era um ponto alto da cidade. Temos que criar atrativos para trazer empresas, comércio, turismo. As principais cidades do mundo tiveram seus downtowns revitalizados, atraindo jovens da economia criativa, startups e afins. Se isso for feito, BH vai crescer junto, como foi o caso do Circuito Liberdade”, recomenda.

Sinal vermelho: Cuidado onde pisa

“O trato com as calçadas em nossa cidade é uma situação caótica. A prefeitura deveria revitalizar todas as calçadas de BH. É uma dificuldade, em especial para o idoso. O relevo da cidade já é acidentado e as calçadas não são adequadas como deveriam ser para crianças, idosos, deficientes visuais. É algo que precisa ser revisto o quanto antes”, cobra.

Comentários