Navbar
19 de janeiro, 2017 | Autor(a): Agência Brasil

Aeronáutica informa que cinco pessoas estavam a bordo de avião em Paraty

aviao1

Divulgação

O Comando da Aeronáutica, em Brasília, informou que o avião que caiu na tarde desta quinta-feira (19) no mar em Paraty (RJ) transportava cinco pessoas. A informações foram repassadas por mergulhadores da equipe de resgate do Corpo de Bombeiros do Rio, que visualizaram cinco corpos dentro da aeronave. Anteriormente, a informação era que quatro pessoas estavam na aeronave.

A Aeronáutica enviou a Paraty uma equipe de militares especializados em investigação de acidentes aeronáuticos. Eles chegaram ao local às 20h30 desta quinta para auxiliar nas buscas dos corpos das vítimas do avião King Air C90, que decolou do Campo de Marte em São Paulo às 13h01 e caiu no mar nas proximidades da Ilha Rasa, em Paraty, região da Costa Verde fluminense.

De acordo com a Aeronáutica, esses profissionais vão atuar na coleta de dados no local do acidente. A equipe vai analisar os destroços, indícios de falhas, performance da aeronave nos momentos finais do voo e partes da aeronave para análise. A investigação também vai avaliar aspectos humanos que podem ter contribuído para a queda do avião (médicos e psicológicos) e operacionais (rota, meteorologia). Não é possível estabelecer prazo para o término das investigações.

A Aeronáutica, por meio do Centro de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos (Cenipa), é o órgão responsável para conduzir as investigações de acidentes com aeronaves no país. O resultado da investigação é divulgado somente após a conclusão do Relatório Final, que é publicado no site do Cenipa.  A autoridade policial deve conduzir sua investigação paralelamente.

Um pescador relatou à produção da TV Brasil o momento em que o avião caiu no litoral. O pescador, que não quis se identificar, disse que o piloto tentou pousar o avião, mas uma das asas bateu na água e aeronave virou várias vezes. De acordo com o pescador, chovia muito no momento da queda. A região está em estado de atenção por causa dos temporais. Barcos de pesca, que estavam na região, tentaram se aproximar do avião, mas sem sucesso. O pescador relatou que uma mulher tentou sair do avião, mas não conseguiu.

Entre as vítimas do acidente estão o ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Teori Zavascki; o empresário Carlos Alberto Fernandes Filgueiras, fundador do Grupo Emiliano; e o piloto da aeronave, Osmar Rodrigues. As identidades dos demais passageiros não foram informadas.

Filgueiras era dono da aeronave. O Corpo de Bombeiros informaram, mais cedo, que os corpos estão presos nas ferragens. As buscas prosseguem, apesar do mar revolto.

Comentários